fbpx

4 dicas para criar Marketing de Conteúdo vencedora

Muitos acreditam que para criar conteúdo utilizamos algum truque ou habilidade especial, mas neste artigo mostraremos que não é bem assim.  

Na verdade, não há nenhum segredo para criar uma estratégia de marketing de conteúdo eficiente. E para provar isso, abaixo separamos um guia em 4 etapas para que você também consiga colocá-la em prática no seu negócio. 

Todas as dicas que estão aqui são seguidas por nossos profissionais que já obtiveram resultados incríveis, tanto para a agência quanto para nossos clientes. 

Dessa forma, garantimos que, seguindo nossas orientações e concentrando bastante esforço em sua estratégia de conteúdo, com certeza você irá colher bons frutos no futuro.

Pegue seu caderno e uma caneta para anotar os pontos mais importantes e boa leitura!


Por que você precisa fazer Marketing de Conteúdo? 


Antes de passarmos para o passo a passo, é importante enfatizar a importância do marketing de conteúdo. Aqui, em poucas palavras, mostraremos que ela não deve ser uma opção, mas um requisito para o sucesso de qualquer empresa. 

Além disso, também vale ressaltar que ainda há muito espaço para crescer com uma estratégia de conteúdo, tanto orgânica quanto paga. 

Recentemente, o Content Marketing Institute relatou que, apesar de muitos verem resultados na criação de conteúdo consistente, apenas 61% dos profissionais que produzem esses materiais documentam suas estratégias.

Ou seja, hoje o despreparo do mercado é tão grande que se você adotar e organizar bem suas ações de marketing de conteúdo, sairá na frente de seus concorrentes. 

Esses dados também só comprovam o porquê alcançamos tantos resultados para nossos clientes através de marketing de conteúdo na Camelo Digital. 

Não perca tempo, leia nossas dicas e comece o quanto antes sua estratégia de conteúdo.

 

Passo a passo para conquistar mais clientes com Marketing de Conteúdo

1 – Defina um objetivo 

Essa dica parece óbvia, mas ela só está aqui porque sabemos que os profissionais que atuam com essas estratégias estão tão preocupado com “o que, como e onde fazer marketing de conteúdo”, mas esquecem do principal – “por que fazer marketing de conteúdo?”.

A resposta dessa pergunta, por sua vez, deve estar relacionada com as metas de comunicação. O marketing de conteúdo não trabalha só. Então antes de definir o “porquê” olhe para as necessidades da sua empresa. 

 

Dependendo do estágio das suas outras estratégias de marketing, você pode utilizar o conteúdo para os seguintes motivos: 

·         Gerar leads;

·         Fidelizar clientes;

·         Aumentar o alcance da marca;

·         Educar o mercado;

·         Criar autoridade;

·         Reduzir custos de marketing;

·         Aumentar o faturamento.

·         Independentemente de qual seja seu objetivo, verifique se ele é mensurável e sustentável a longo prazo. Além disso, para cada meta, suas ações podem seguir diferentes rumos, porém algumas são complementares.

Nossa dica, nesse sentido, é que você escolha três objetivos para que você possa concentrar seus esforços neles por um bom tempo. 

 

2 – Crie um diferencial 

Falar é fácil, mas com tanto conteúdo sendo publicado todos os dias em blogs, redes sociais e outros canais como você pode se diferenciar?

E se dissermos que essa resposta você já tem (ou pelo menos deveria ter) você acreditaria?

Para chamar a atenção do público com conteúdo, ele deve estar diretamente alinhado ao propósito da sua empresa. Mas se você ainda está em dúvida sobre como fazer isso, mostraremos o que é preciso para definir o seu diferencial. 

Primeiro você precisa entender que o consumidor precisa de um motivo especial para acompanhar seu conteúdo entre tantos outros disponíveis. Ou seja, ele precisa ser relevante. 

E para saber se o seu é, você deve analisar essas perguntas:

·         Ele ensina alguma coisa nova/útil?

·         Ele é motivador ou inspirador?

·         Ele é divertido?

Se você tiver clareza que alguma dessas respostas é “SIM”, você pode seguir para as próximas dicas do nosso artigo.

Caso contrário, sua empresa está entregando mais do mesmo. 

Para mudar esse cenário olhe para dentro do seu negócio e veja se seu propósito, mais do que vender, visa ajudar as pessoas. Também vale dar uma espiada nos seus concorrentes para descobrir o que você pode fazer de novidade. 

3 – Mensure seu conteúdo

Como já dissemos, seu conteúdo deve ser mensurável para que você esteja sempre fazendo melhorias em suas estratégias. 

Afinal, para você validar que seu conteúdo é relevante, além da parte criativa, você precisa olhar para os números. 

É aí que entram as quatro categorias de métricas de marketing de conteúdo:

·         Métricas de consumo. Essas informações são umas das melhores e mais fáceis de se analisar. Elas representam basicamente como o público interagiu com o conteúdo. 

Exemplos de métricas de consumo: visualizações, escutas, visitas, taxa de rejeição, período de retenção etc.

·         Métricas de compartilhamento. Com que frequência ele é compartilhado com outras pessoas?

·         Métricas de geração de leads: Esse é um dos objetivos centrais das estratégias de marketing, então não deixe de mensurar quantos leads vieram de um conteúdo.

·         Métricas de vendas: Elas são um pouco mais complexas, visto que um conteúdo dificilmente vende sozinho. Contudo, a partir do alcance e engajamento gerado por ele, você pode perceber se houve ou não aumento no número de vendas. 

Observação: cuidado com o uso de métricas de vaidade. Curtidas no Instagram, por exemplo, até podem ser relevantes, mas não quando analisadas isoladamente. 

4 – Reaproveite conteúdo

Realmente há muito conteúdo na internet e, todo dia, o consumidor é bombardeado com centenas deles. O que queremos dizer com isso é que você não precisa se preocupar tanto com a quantidade, mas com a qualidade do que é entregue. 

Assim, para não ter que quebrar a cabeça sempre por novidades ao mercado, você pode reutilizar o que já foi publicado. 

Adaptando um texto no blog para um post no Instagram, por exemplo, você concentra seus esforços em renovar um conteúdo extraordinário, em vez de escrever outro que não seja tão relevante.

Resumidamente, nosso artigo mostrou que quem deseja uma estratégia consistente eficiente de conteúdo, não precisa reinventar a roda. 

Entregar muito sendo simples é possível. A criatividade é quem manda na publicidade, seja ela offline ou digital, portanto nossa dica final é: seja consistente, entenda o comportamento do seu público e buscar inovar, sempre!

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp